03 setembro 2008

Flagra da Casa (sendo) Assassinada

A jornalista Valéria Lamego presenciou, há poucos dias, a derribada do prédio onde o grande escritor Lúcio Cardoso morou em Ipanema. Por coincidência, ou não, o malfeliz episódio aconteceu no dia em que Lúcio faria 96 anos, se estivesse vivo. E além do mais, essa incauta preguiça, estava passando de bicicleta e câmera no momento exato do crime. No enlace, a crônica desta demolição.

http://oglobo.globo.com/blogs/prosa/post.asp?t=e_tarde&cod_Post=122738&a=96


2 comentários:

José Vicente disse...

Mais uma casa que certamente dará lugar a não casas. Sabe como é dars: as casas são como vidas, como surgem partem; às vezes é bonito ouvir a voz das memórias e por um lapso elas voltarem a viver.

José Vicente

Julio Adler disse...

Agradeço a dica, camarada.
Abrazzo
Julio